a meada do rei inverno (2) | king winter’s skein (2)

Segundo episódio de uma saga que começou aqui. Com algumas peripécias novas e a mesma insatisfação. Esta lã ainda não me convence e se calhar o problema sou eu.

Com estes meses de frio dei-me conta de que adoro usar confortantes, ou punhos de lã. Só tenho um par, que fiz há dois anos com restos de Beiroa azul cobalto e de Noro Silk Garden (que luxo e que saudades!), e imaginei que talvez pudesse experimentar algo do género com esta meada do rei inverno. É tão fofa que haviam de ficar uns confortantes irresistíveis!

confortantes_etiqueta

Mas… não sei, não gosto. Tão fácil de fazer. Bastou um pequeno quadrado. Sempre em malha de meia (= Knit). Era  só rematar e coser. Ficaram muito fofas, entre os confortantes e as mitenes. Contudo, desfiz.

E pus-me a experimentar aquela coisa do enrolar o fio duas vezes em torno da agulha antes de trabalhar como ponto. Estão a ver o que é? Para fazer uma peça maior, com menos pontos e dar corpo ao fio grosso. É tão rápido tão rápido que nem me lembrei de ir ao computador ver aquela receita ali e que rematei logo. Hoje pus-me a fotografar e ficou… uma gola assim. Comprida (quase tanto como uma meada de Zagal, conseguem ver?), grossa, reconfortante.

colagem_gola2

Só que, para ser sincera, provavelmente ainda não é desta. Vou desfazer. E já sei que o problema sou eu: estou numa fase de desfazer. Como é que sei? No outro dia desfiz o xaile, tão lindo, que tinha à espera de mais lã.
E adiante. Que desfazer também é poder. 🙂

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s