mais uma que foi à vida | one more digital camera

ovelhas_grandola

(créditos da foto: Fausto Caels)

As máquinas fotográficas compactas digitais dos nossos tempos são como tudo o resto. Obsolescência programada. Um termo estranho de dizer mas do mais banal que há na vida quotidiana. Os aparelhos eletrónicos são fabricados para não durar. Dá para entender?

*Digital compact cameras of our times are just like everything else. Planned obsolescence. Weird expression, but one of the most familiar things in our daily lives. Electronic devices just aren’t made to last. Why isn’t it crystal clear?*

Considerando o trabalho humano que dão a fazer e os recursos materiais que consomem, não não dá para entender.
*Given the human work and material resources neeeded, it is rather difficult to understand.*
Considerando o desperdício em que se transformam, não não dá para entender.
*Given the waste they turn into, it is rather difficult to understand.*

Este preâmbulo serve para dizer que a nossa Fujifilm Finepix foi à vida (a primeira máquina desta nova era comprada cá em casa) e que não voltamos a apostar neste negócio. Dois anos certos, uau!
*Written this orientation, I came to say that our Fujifilm Finepix is dead (our very first new age camera) and that we won’t make a new bet on this business. Two years exactly, wow!*

E agora? Como é que vais mostrar as tuas malhinhas mais recentes? A almofada-puff, as caixas de algodão, a camisola. Como é que vais partilhar pequenos pormenores do jardim? Como é que?
*What are you going to do now? How will you show your recently finished projects? The big pillow, the cotton little boxes, the sweater. How will you share captions from your garden? How?*

Algo se há-de arranjar. Nem seríamos os primeiros a revelar negativos em casa, mesmo sem câmara escura. Nem seria nada de indesejado pôr as velhas analógicas a uso. Vou dar tempo ao tempo, para variar.
*We’ll figure out something. Actually, we wouldn’t be the first to develop negatives at home without having a black room. Also it wouldn’t be deprived of will the reuse of our old analogical. I will wait for the appropriate time, for a change.*

Entretanto, como mostra o Borut Peterlin neste vídeo, vamos acreditando que a fotografia digital não está morta. 😀
*In the meanwhile, as Borut Peterlin shows in this video, let us believe digital photography is not dead. 😀 *

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s